terça-feira, março 24, 2009

Do Blog do KAS

TECNOLOGIA REALD X LEGENDAS

by Kas 9. March 2009 06:11

O cinema 3D já possui cerca de 60 anos (se excetuarmos as experiências anteriores a esta data), mas só agora, com a tecnologia digital, é possível curtir a imersão sem enfrentar a ressaca depois da projeção. Pelo menos por enquanto, os óculos azuis (ou verdes) e vermelhos estão relegados às edições em home vídeo, já que nos cinemas o que temos atualmente são os óculos polarizados circularmente (não confundir com os óculos polarizados linearmente, que envolvem dupla projeção e, dependendo de onde você se sentar no cinema, resultam em uma falta de sincronia das imagens).

São estes óculos polarizados circularmente que fazem a festa da audiência de CORALINE e, a partir desta sexta-feira, DIA DOS NAMORADOS MACABRO. Ambos os filmes foram realizados com a tecnologia RealD, que, simplificando, alterna projeções para o olho direito e para o olho esquerdo, numa freqüência total de 144 quadros por segundo (seis vezes a de uma projeção normal). Estas projeções são polarizadas circularmente através de um display de cristal líquido posicionado em frente ao projetor. Os óculos então “decodificam” estas imagens, fazendo com que cada olho veja apenas a imagem correspondente. Como a frequência é altíssima, nosso cérebro lê ambas as imagens alternadas como se estivessem sendo exibidas ao mesmo tempo.

O que nos leva ao fundamento básico da terceira dimensão, o volume. Por que enxergamos o mundo em 3D? Porque temos dois olhos, dispostos horizontalmente, e cada um deles envia para o cérebro uma imagem específica, levemente alterada com relação ao do outro olho, e cabe o cérebro a processar estas duas imagens em uma única, que é a que nós compreendemos. Experimente tapar um dos olhos durante um mês e sofra com os efeitos colaterais de sentir o mundo em 2D (claro que demora um pouco para o cérebro parar de “decodificar” o volume das coisas).

Voltando ao nosso assunto, a tecnologia RealD foi usada em praticamente todos os filmes 3D recentes, como A LENDA DE BEOWULF, U2 3D, VIAGEM AO CENTRO DA TERRA 3D (ao qual assisti recentemente em Blu-ray, com os infames óculos coloridos) e os já citados CORALINE e DIA DOS NAMORADOS MACABRO. Ainda este ano teremos ALTAS AVENTURAS da Pixar, G-FORCE, PIRANHA 3D, MONSTROS VS. ALIENÍGENAS, A ERA DO GELO 3, PREMONIÇÃO 4, ASTRO BOY e o muito aguardado AVATAR de James Cameron.

O que nos leva ao seguinte questionamento: qual a razão destes filmes não serem exibidos, na versão 3D, com legendas em nossos cinemas? É tecnicamente impossível? Acredito que não. Pra mim, as distribuidoras e exibidores temem com que legendas bidimensionais sobrepostas a uma imagem tridimensional possam prejudicar a apreciação das últimas, o que num primeiro momento é até verdade. A questão é o que prejudica mais, as legendas ou a dublagem? Se estiver errado, que me corrijam, mas a dificuldade técnica que existe para a inserção de legendas em filmes que utilizem do RealD é basicamente criar legendas para 144 quadros por segundo (sendo 72 quadros por segundo para olho direito e 72 para o olho esquerdo), no lugar dos convencionais 24 quadros por segundo, e sincronizá-las. Pode até ser que o custo-benefício, somado ao atrito das legendas 2D às imagens 3D já mencionadas, não seja tão atraente na cabeça dos distribuidores.

Eu, particularmente, sou jogado pra fora do filme quando o vejo dublado, quando o objetivo, principalmente no caso das projeções 3D, é exatamente o oposto. E você, o que acha?

2 comentários:

zymboo disse...

Olá, boa tarde!
Meu nome é Patrícia e represento a empresa Zymboo.com.
Gostamos muito do seu blog e gostaríamos de convidá-lo a publicar seus textos em nosso Espaço Literário.
Com isso, você poderá aumentar as visualizações de seu blog e ter seus textos publicados em um grande portal da Internet (www.zymboo.com).
Basta que nos envie seus textos e os publicaremos na Zymboo juntamente com seu nome e a URL do seu blog.
Escreva-nos: espacoliterario@zymboo-inc.com 
 

Murilo Costa disse...

legenda em filme 3d?
nem eu, que odeio dublagens com todas as forças, pediria isso. não faz sentido. é mais lógico pedir os filmes no idioma original e sem legendas. a quantidade de pessoas com domínio do inglês deve estar próxima da de cinéfilos reclamões, ahuahua